Arquivos de Tags: euro2004

Nelson Nunes

Nunca fui lá muito convencional no gosto pelo futebol. As memórias aparecem-me à frente como se fossem fragmentos de um álbum de fotografias rasgado em pedaços. Devo ter despertado para a arte de dar pontapés certeiros numa bola aí pelos meus seis ou sete anos, com as partidas a que o meu padrasto assistia com afinco. Via-o sempre torcer pelos clubes mais fracos – menos quando jogava o Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

3 Comments

Filed under Bancada

David Cristina

É fácil fazer pouco dos emigrantes por serem obcecados com tudo o que é português, desde o galo de Barcelos às tunas. É fácil achar esta saudade bacoca, sinónimo de falta de educação. Isto é, claro, até se passar vários anos fora de Portugal como emigrante. Aí chegamos à brilhante conclusão que nem doutorados escapam à doença que é a Selecção nacional para quem vive fora de Portugal. Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Bancada

Salvador Sobral

Na final do Euro’2004, estava Portugal completamente louco por estar na final de um Euro, e milagrosamente, não sei como, o meu pai conseguiu bilhetes para irmos ver o jogo. Estádio da Luz completamente cheio, quando chegámos lá percebemos que os lugares eram separados. Tinha 15 anos, fiquei num sítio e o meu pai noutro. Tudo bem. O jogo foi uma desgraça, fiquei super triste. Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Bancada

Fábio Paim

Nas vésperas do Euro’2004 fui chamado pelo Scolari para ir treinar com a Selecção. Tinha 16 anos, estava na formação do Sporting. Recebi a convocatória e não estava a acreditar. Tinha ido para aí uma vez à Selecção, mas ao escalão da minha idade. Com 16 anos, ir treinar com o plantel que ia estar no Europeu… Pensei que estavam a gozar comigo, mas fui. Já tinha sido feita a pré-convocatória para o Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

4 Comments

Filed under Relvado

Luís Mateus

Adoro estádios vazios. Os velhos, não os de agora, todos xpto. Demasiado bonitinhos. Arrumadinhos. Pintadinhos. Onde não falta uma cadeira. Parecem nunca ter perdido o cheiro e o Pintado de Fresco que o acompanha. Gosto mais dos velhos. Do betão enrugado, cru, ou comido por cores esbatidas, que perderam a consciência das próprias fronteiras e se misturam diabólicas para quem, como eu, já Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Bancada

Ana Dias

Embora nunca tenha sido uma adepta ferrenha, o futebol sempre esteve muito presente na minha vida. Sou do Futebol Clube do Porto, primeiro porque sou de lá e depois porque o meu pai, que é um apaixonado pelo futebol, me passou um bocadinho dessa paixão. Quando era adolescente passei pela ginástica acrobática do FCP, como atleta do clube, onde assistia quase todos os dias aos treinos Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Bancada

Constantino

Quando cheguei ao Levante estive oito ou nove jogos sem marcar um golo. Até já estava a equacionar abandonar o clube por não conseguir marcar. Tinha sido contratado para marcar golos, depois de ter feito tantos no Leça, mas lá não marcava. Até que temos um jogo numa sexta-feira à noite, ganhámos 1-0 ao Castellón, em que marquei o golo já a uns cinco minutos do fim. O meu primeiro golo, depois Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

4 Comments

Filed under Relvado