Sara Aleixo

Pertenci às Mulheres de garra, que era um grupo de adeptas do Sporting. Ainda guardo o cachecol que tínhamos. Esta história passou-se há uns sete ou oito anos. Íamos ver alguns jogos, ficávamos num camarote do estádio de Alvalade, e uma vez elas chamaram-me para irmos lá abaixo durante o intervalo. “Mas vamos lá abaixo fazer o quê?” e elas: “vamos participar num concurso. Temos de ir chutar a bola e marcar golo para ganharmos uns prémios.” E eu: “embora, vamos lá abaixo.” Só que tinha ido com umas botas de salto alto, ia maquilhada e arranjada para o evento. As outras raparigas que lá estavam, algumas também eram figuras públicas, já estavam habituadas a ir a este tipo de eventos e iam todas com botas rasas.
Cheguei lá abaixo, fui em biquinhos de pés, para não enfiar os saltos, mandei um chuto na bola e consegui marcar um golo. O que é que aconteceu com as minhas colegas? Levaram saltos rasos, chutaram a bola e foi parar não sei onde, em Cascos de Rolha. Pronto, só para que saibam!


Foi bailarina de vários espectáculos, modelo fotográfico, actriz de teatro e de televisão, e é RP do bar The George, em Lisboa.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário