Rodolfo Reis

Num Sporting-FC Porto em Alvalade, num jogo com poucos minutos jogados, talvez uns 10, há um lance entre o Artur e o Gomes. O Artur deu uma pancada no Gomes e o Gomes levantou-se. Ele não era nada atreito a fazer isso, era um jogador calmo, não se metia em confusões, ao contrário de mim. Eu estava ali ao pé, saltei e pus-me no meio dos dois. O Artur pôs-me a mão no peito e eu caí, aquela tanga e tal e coiso. O árbitro veio a correr e vermelho para o Artur e vermelho para mim. E eu fiquei parvo, não é? Não toquei em ninguém, o Artur também não fez falta para ser expulso, mas o que é certo é que ele expulsou os dois.
Enquanto que o Artur virou costas e pôs-se a andar em direcção ao túnel, que era atrás da baliza do Sporting, eu ainda fiquei uns segundos a discutir com o árbitro. “Mas por que é que eu vou para a rua? Não posso ir e tal”, aquelas coisas.
Quando me convenci que ia para a rua passou-me assim um flash e pensei: vou dar a maior tareia da vida ao Artur aqui à frente destas pessoas todas. Mas mesmo assim! Desatei a correr, a correr, a correr, o Artur já ia à entrada da grande área, e o guarda-redes do Sporting, que era o Botelho, avisa-o: “Ó Artur, olha o Rodolfo!” Bem, e eu ia mesmo para bater no Artur. O que é que se passa? O Artur ao ver-me, aí a uns cinco metros de eu chegar à beira dele, estende-me a mão. Eu comecei a abrandar, estiquei-lhe a mão e saímos os dois abraçados, às festinhas um ao outro.
Saímos dali e fomos enaltecidos pelo grande desportivismo, assim é que é o futebol, o presidente do Sporting era o João Rocha e quis falar comigo para me dar os parabéns, mas só eu sei o que me ia na cabeça. Terminou bem porque o Artur foi um grande senhor e estendeu-me o braço e, como é lógico, sou incapaz de não fazer outra coisa que não seja também estender o braço. Saí dali como um grande senhor. A vida é assim, há momentos.


Histórico capitão do FC Porto, único clube que representou na carreira, com 13 épocas na equipa principal, entre 1971 e 1984. Hoje é comentador do programa Play-off, da SIC Notícias. Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

3 comentários sobre “Rodolfo Reis

Deixe um comentário