Rão Kyao

Há uns anos editei um álbum, que na altura teve algum sucesso, chamado Estrada da Luz. Foi um disco que foi bastante divulgado e teve impacto nas pessoas, abordavam-me na rua a dar os parabéns pelo disco e tal, e uma vez encontrei um tipo bastante simpático que começa a falar comigo com uma grande efusividade.
– Grande Rão, pá! Grande disco que tu fizeste!
E eu:
– Ok, obrigado.
– Epá, e aquele nome, Estádio da Luz… És dos nossos, pá!
Era um adepto ferrenho do Benfica que leu Estádio em vez de Estrada e começou a dar-me beijos por pensar que também era do Benfica e tinha um disco dedicado ao Estádio da Luz.


Em 1976 lançou o primeiro álbum, “Malpertuis”, que logo o afirmou como uma referência como instrumentista e compositor. Recentemente editou um novo álbum de originais, “Aventuras da Alma”.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário