Pedro Martins

No meu primeiro ano de sénior, estava no Feirense, tive como treinador o Henrique Nunes. Nesse Verão tinha feito muitos jogos de futsal, na altura chamava-se futebol de salão. Gostava muito de fazer aqueles jogos e fiz vários em Fornos, na minha aldeia. Num célebre treino há uma situação em que dou um toque de calcanhar e o Henrique Nunes ficou todo chateado. Pegou no apito, soprou de uma forma muito intensa, virou-se para mim e disse: “Ouve lá, meu miúdo. Onde é que tu pensas que estás? Vai mas é jogar futebol de salão para Fornos, vai mas é p’ó ca#$@#$!”
Tive outra situação com ele também nesse ano. Andava a estudar e houve uma altura em que tinha exames e pedi-lhe para sair mais cedo do treino. Uma das situações do treino não me estava a correr muito bem, ele pára o treino e diz-me: “ó meu menino, tu andas a estudar para quê? Para burro? Porra, pá!”
O Henrique Nunes tinha muitas saídas destas nos treinos. Depois acabava o treino e vinha pedir-nos desculpa porque se tinha excedido.
Mais tarde, tive outra situação engraçada. Estava no meu segundo ano no Sporting quando o Quim Berto chegou a Alvalade. Já tinha estado com ele em Guimarães. Recordo-me de estarmos em estágio e fiz-me passar por jornalista do jornal O Jogo, com um nome fictício. Então fiz uma entrevista ao Quim Berto por telefone entre os quartos do hotel. Era para ser uma entrevista de quatro páginas, demorou cerca de 1h30, fantástica, e ele respondeu a tudo! Fiz-lhe todas as questões e mais algumas, desde futebol, gostos musicais, cinema, tudo.
Foi um estágio no estrangeiro de cerca de 15 dias e ele estava sempre à espera que saísse a entrevista. Nós estávamos no mesmo quarto e ele todos os dias ligava à mulher: “Ó Glória, já saiu a minha entrevista?” Ele já estava doido, todos os dias a ligar-lhe e nunca mais via a entrevista. Um dia disse-me: “Porra, vou ligar ao jornalista que isto assim não pode ser! É uma falta de respeito e de consideração!” E eu sempre caladinho.
Quando acabou o estágio e íamos em direcção ao aeroporto é que lhe contei que a entrevista tinha sido feita por mim, que tinha tudo gravado. Se o jornal quisesse aquela entrevista tinha de pagar bem porque tinha uma qualidade tremenda!


Depois de ter feito a formação no Feirense, representou V. Guimarães, Sporting, Boavista, Santa Clara e Alverca. É o actual treinador do V. Guimarães.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário