Paulo Sérgio

Vivi uma situação caricata na Malásia por causa do príncipe. Estava lá salvo erro há três dias quando me deram um carro. Fui buscá-lo e ia tranquilo na estrada. Eles lá têm o volante à direita, mas já era assim no Chipre, não era novidade. Nisto oiço sirenes e vejo os carros à minha frente a encostar, mas continuei na minha, segui o meu trajecto. De repente vem uma mota daquelas bigs da polícia e vejo o gajo todo furioso a mandar-me encostar. E eu: “oi, já fui. Já fiz alguma porcaria, estou mesmo a ver.”
Encostei, ele também parou a mota, abri o vidro mas ele nem sequer falou. De repente passam várias motas da polícia e o carro do príncipe no meio. Nisto ele arrancou com a mota e não se passou nada, mas fiquei ali todo borrado! Fiquei mesmo em pânico a pensar: “ainda agora aqui cheguei e já fiz porcaria? O que é isto?” É que depois lá eles têm aquelas regras deles, não se pode fumar, não se pode beber álcool, já estava a ver que tinha feito alguma coisa com o carro que também era proibida. Depois é que me explicaram que quando o príncipe ou alguém da família real vai a algum lado andam sempre com escolta da polícia e têm de parar todos para eles passarem.


Formado no Sporting, onde jogou com Cristiano Ronaldo, sagrou-se recentemente campeão de Singapura pelo DPMM, do Brunei.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário