Osama Rashid

Fiz a minha formação na Holanda e quando estava nos juniores do Feyenoord fomos campeões quando faltavam três jogos para o final do campeonato. No último jogo estava muito calor e, passados 30 minutos, o árbitro parou o jogo para termos um break para beber água.
Junto aos bancos há sempre garrafas com água ou com Isostar para os jogadores beberem mas, nesse jogo, como já estávamos em ambiente de festa, um colega meu encheu seis das 12 garrafas com cerveja. E foi muito engraçado. Como estava muito calor e estávamos cheios de sede, alguns jogadores faziam caras muito estranhas ao perceberem que era cerveja!
O meu colega foi meu amigo e, como sabe que não bebo álcool, avisou-me para ter cuidado com a garrafa que escolhia porque tinha feito aquela brincadeira. Então, como estava avisado, deitei primeiro um bocado para fora para ter a certeza de que a minha garrafa tinha água.
O treinador nunca soube disto e, mesmo com algumas garrafas de cerveja pelo meio, acabámos por ganhar esse jogo.


Aos três anos fugiu da guerra do Iraque com os pais para a Holanda. Chegou a Portugal em 2015, para representar o Farense, e hoje podemos vê-lo no meio-campo do Santa Clara. Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário