Lourenço Ortigão

Na época passada fui à Turquia ver o Benfica contra o Besiktas e estávamos a ganhar 3-0 ao intervalo. E os gajos em Istambul são completamente loucos, avariados da cabeça. Mas mesmo! Não se sentam um segundo, passam o jogo de pé. Então estávamos a ganhar 3-0 ao intervalo, os gajos a cuspirem-nos em cima e nós super contentes com o resultado. Os seguranças não nos deixavam sair dali, tudo à nossa volta, e eu disse-lhes: “Não, não. Eu vou sair, vou à casa-de-banho.” Eu com a camisola do Benfica, cachecol do Benfica e saio dali sozinho, a ganhar 3-0 ao intervalo, em pleno estádio do Besiktas.
Lembro-me que saí e quando cheguei lá fora, eles a olharem para mim parecia os zombies quando vêem alguém. Fiquei cercado por centenas de adeptos do Besiktas que estavam a pensar: “Este gajo ou tem uma bomba ou saiu de um hospital psiquiátrico!”
E lembro-me perfeitamente que um começou-se a rir, outros começaram-se a rir, nisto já me davam abraços, fui beber uma cerveja com os gajos, voltei e empatámos três igual. Foi engraçado, mas podia ter morrido num estádio de futebol.


Estreou-se em 2009 na série Morangos com Açúcar e o seu talento como actor tem-lhe dado cada vez mais protagonismo nas telenovelas da TVI. Agora pode ser visto em A Herdeira.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário