Lourenço Beirão da Veiga

Tenho uma história de quando era puto, tinha uns 14 anos. Estava no meu primeiro ano de karts e houve uma corrida no kartódromo de Évora para a qual me chamaram. E iam os consagrados todos da altura, como o Lamy e a malta que estava a correr no estrangeiro. Eu era um puto, ninguém dava por mim, aquilo era só uma corrida e acabei por ganhar. No final, o António Nicolau, um jornalista que já morreu e que na altura fazia um programa em directo para a RFM, veio ter comigo e pediu-me umas palavras. Como sempre vi muito futebol, naquele momento, influenciado pelas coisas que ouvia do pessoal da bola, respondi: “não presto declarações à comunicação social.”


Começou nos karts, passou pelas Fórmulas BMW e Renault, e compete agora no Seat Leon Eurocup, um campeonato monomarca de carros de turismo.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário