Jorge Couto

Quando jogava no FC Porto marquei um golo ao Sporting em Alvalade. Foi em 1990, por aí. Foi um golo bonito, de belo efeito, um chapéu praticamente do meio-campo.
Durante os festejos caí no chão e os meus colegas vieram abraçar-me. Veio o primeiro, veio o segundo, deitaram-se por cima de mim, veio o terceiro e quando o André chegou já não havia espaço para mais ninguém. O que é que ele faz? Da cinta para baixo estava disponível, então ele pegou e massajou-me as partes baixas! Foi uma imagem que correu o Mundo.
Sempre ouvimos dizer que marcar um golo é um autêntico orgasmo, então esse foi duplo! Sem dúvida que foi um golo duplamente feliz.


Campeão do Mundo de Sub-20 em 1989, venceu cinco ligas, duas Taças e três Supertaças no FC Porto. Continuou a somar títulos no Boavista e fez parte da equipa campeã em 2001.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

2 comentários sobre “Jorge Couto

  1. Grande jogador,grande tecnica,e velocidade,é padrinho da Casa do Futebol Clube do Porto de Argoncilhe,lembro me bem desse golo marcado ao guarda redes Ivkovic

Deixe um comentário