João Pinto

No início de uma viagem de avião de Lisboa para Bruxelas vejo que Ricardo Sá Pinto, à altura dirigente do Sporting, está nos lugares de executiva.
Um dos meus melhores amigos é sportinguista e um enorme fã do Coração de Leão. Sabendo eu isso, dirijo-me ao Ricardo e peço-lhe um autógrafo. Enquanto ele rabisca “para o Hélder com um abraço” reparo que um homem muito grande espreita para o pedido que estou a fazer, de uma outra cadeira da classe executiva. Eu só o vi de lado, mas aquela cara não me era estranha.
Quando chegamos a Bruxelas, volto a cruzar-me com aquele estranho tamanho XL. Ele está um degrau abaixo nas escadas rolantes mas ainda assim é, no mínimo, da minha altura. E faz-se luz.
“You are Ceulemans!?”
“Yes.”
“Uau. I’m a big fan!”
“Thanks. You were asking an autograph, weren’t you?”, diz o melhor jogador de sempre do Club Brugge.
“Yes, to Sá Pinto, a portuguese striker.”
“I know him. He played in Belgium recently”, diz-me o homem que chegou à final do Euro’80 e ao quarto lugar do Mundial ’86.
“Yes.”
“I thought it was him”, diz o Sr. Jogador, 96 vezes internacional.
Mais tarde, junto às bagagens, voltei a cruzar-me com o Sá Pinto e disse-lhe imediatamente:
“Sabes quem é que ia ao teu lado?”
“Quem era?”, diz o gajo mais conhecido por ter batido num seleccionador nacional.
“O Ceulemans!”
“A sério? Nem lhe falei. Que falha!”, diz-me o gajo que acabou a carreira no Sporting a levar um cartão vermelho.
Nunca me apeteceu tanto virar um papel de autógrafo ao contrário e trocá-lo por um autógrafo para mim. Mas o Sá foi um bom jogador. E o Hélder gostava muito dele. Agora o Sá é o Sá, e o Ceulemans é o Ceulemans!!!


Stand up comedian amador, anda nas quintas-feiras à noite pelo Xafarix, o novo comedy club de Lisboa. Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

2 comentários sobre “João Pinto

Deixe um comentário