Gil

Esta história é sobre o troféu que o Rui Costa tem na galeria e que metade é meu! Fomos a um torneio em Espanha com o Benfica, que ganhámos, e na atribuição dos troféus acabámos empatados com o mesmo número de golos, então a organização decidiu chamar-nos e entregou apenas um troféu. Eu e o Rui Costa olhámos um para o outro e decidimos descer as escadas do estádio e oferecer o troféu ao Benfica, entregámos então ao mister Nené.
Passado pouco tempo, fui chamado para receber o troféu de melhor jogador do torneio. Assim que ia a descer as escadas vinha o Rui Costa a correr e pediu-me: “Gil, por favor, agora que recebeste este troféu de melhor jogador oferece-me o de melhor marcador”, e eu disse que sim. Voltámos ao mister Nené e pedimos de volta o troféu, que ficou com Rui Costa.


Campeão mundial de Sub-20 em 1991, fez a formação no Benfica e representou Ovarense, Sp. Braga e E. Amadora antes de emigrar e fazer a maior parte da carreira em Inglaterra.

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário