Arquivo da categoria: Relvado

Rodolfo Reis

Num Sporting-FC Porto em Alvalade, num jogo com poucos minutos jogados, talvez uns 10, há um lance entre o Artur e o Gomes. O Artur deu uma pancada no Gomes e o Gomes levantou-se. Ele não era nada atreito a fazer isso, era um jogador calmo, não se metia em confusões, ao contrário de mim. Eu estava ali ao pé, saltei e pus-me no meio dos dois. O Artur pôs-me a mão no peito e eu caí, aquela Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

3 Comments

Filed under Relvado

Prof. Neca

Começo a minha carreira de jogador no Gil Vicente, em 1966, como juvenil. Até hoje, não parei um ano. É o ano do primeiro Campeonato do Mundo de Portugal e no qual Eusébio brilha bem lá no alto. Isso para mim tornou-se uma referência importante. Passados 30 anos tive a felicidade de estar na equipa técnica do Benfica com o Eusébio. Foi de um facto um mito, um jogador fantástico e uma criatura de Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

2 Comments

Filed under Relvado

Fernando Meira

Estive no Benfica durante um ano e meio e tive o azar de ser num período de instabilidade do clube. Fui contratado pelo Vale e Azevedo, depois tive o Vilarinho e acabei com o Luís Filipe Vieira, três presidentes num ano e meio. Fui contratado pelo Jupp Heynckes, tive o privilégio de ser treinado à posteriori pelo Mourinho e depois pelo Toni, que era o treinador da campanha do Vilarinho. Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Miguel Bruno

Isto aconteceu ao serviço da selecção de sub-18, na Albânia. Estávamos no meu quarto a jogar às cartas, éramos cerca de meia equipa, cabia lá tudo e mais alguma coisa. Entre cartas e brincadeiras, o Luís Miguel, como era mau perdedor, no final de um jogo atirou-se a mim como um maluco e eu, ao tentar defender-me, fugi de cima da cama para que ele não me apanhasse. Aí fiquei com metade do Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

1 Comment

Filed under Relvado

Manuel Machado

Num percurso longo, numa carreira com mais de 30 anos ligado ao futebol, desde a formação, passando pelas divisões inferiores até quase 500 jogos de I Liga, tive uma única saída. E foi a única vez, também tem essa particularidade, de a ter feito pela mão de um agente. Todos os outros contratos que fiz foram feitos directamente com a administração dos clubes e os seus presidentes. Neste caso foi Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Quim

Com 18 anos era júnior do Braga mas já treinava com o plantel principal. Um dia, após mais um treino ao final de tarde, estava a sair do Estádio 1.º de Maio, como sempre fazia, e ao chegar ao meu carro fui abordado por um senhor com os seus aparentes vinte e poucos anos. Tinha uma pasta na mão e educadamente perguntou-me se tinha representante. Eu respondi-lhe que não. Então ele voltou a Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Alex Bunbury

Como o tempo voa… já passaram quase vinte anos desde que joguei pela última vez pelo meu amado CS Marítimo, na bela ilha da Madeira. Os meus sete anos na ilha e as viagens para o continente a cada duas semanas são a experiência mais memorável da minha carreira futebolística.
Tive a felicidade de jogar com jogadores extremamente talentosos, treinadores especiais e os melhores Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

5 Comments

Filed under Relvado

Neca

Quando fui para a Turquia, no meu primeiro estágio fiquei com um jogador turco. Para aí às cinco da manhã senti uma pessoa a andar no quarto e acordei um pouco assustado. Foi quando vi que ele tinha estendido o tapete para rezar. Eles têm umas horas marcadas para rezar e foi assim um pequeno choque para mim porque nunca me tinha acontecido. Foi uma coisa estranha. Depois o clube teve Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Frechaut

Esta situação passou-se num jogo entre o Benfica e o Braga. Estávamos com um resultado favorável, se não estávamos a ganhar pelo menos estávamos empatados e, nos minutos finais, já com as equipas cansadas, a nossa equipa sobe, estávamos a fazer um ataque contínuo, há uma recuperação de bola da parte do Benfica e a bola é metida nas costas do nosso lateral direito, que na altura era o Pedro Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Bobó

Quando jogava no Estrela da Amadora tinha um Autobianchi, um carro italiano, pequeno, que andava à brava. Mas se desse um murro na porta o vidro caía. O Barny viu-me fazer isso, deixou-me ir treinar e eu depois era sempre o último a sair do balneário. Eles saíram, foram para o carro, o Barny lá deu um murro e aquela merda desceu. Então desengataram o carro e mudaram-me o carro de lugar. Quando Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

7 Comments

Filed under Relvado

Vargas

Esta história passou-se uma semana após ter chegado ao Chipre. Ainda não estava inscrito mas acompanhei a equipa num jogo fora, a cerca de 150 km de Pafos, a nossa cidade. Encontrámo-nos todos no dia do jogo de manhã, seguimos para Limassol, onde iriamos almoçar num hotel, e depois seguir para Larnaca, onde se disputaria o jogo. Comigo na altura jogava outro português, o Bernardo Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Litos

Esta história passou-se quando o Sporting jogou contra o Barcelona na Taça UEFA de 1986/87. Tínhamos perdido 1-0 fora, contra uma equipa muito forte, quase toda ela da selecção espanhola, e tínhamos boas perspectivas de seguir em frente porque também tínhamos uma boa equipa.
O Mário Jorge, o meu cunhado, estava a negociar a compra de um Peugeot 205 GTI e o prémio para Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

3 Comments

Filed under Relvado

Gilmar

Fui contratado pelo Vitória de Guimarães e, ao chegar lá, encontrei um dos melhores treinadores com que trabalhei e tenho um carinho especial: Quinito. Grande pessoa! Fomos fazer um treino de finalização no centro de treinos do Vitória e chovia muito, com o campo pesado e com lama junto às balizas. O Pedro Barbosa foi à linha de fundo fazer um cruzamento para a área para mim, a bola veio Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

1 Comment

Filed under Relvado

Diamantino Miranda

Ao longo da minha carreira tive vários episódios marcantes e o mais negativo foi na época de 87/88, talvez a minha melhor em termos de rendimento, quando a quatro dias da final da Taça dos Campeões Europeus sofri uma lesão grave no joelho, uma rotura de ligamentos cruzados, e fiquei afastado desse jogo em Estugarda, com o PSV. Já tinha participado numa final da Taça UEFA, o Benfica estava Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Seninho

Fiz quatro meses de recruta em Paramos, em Espinho. Fui para enfermagem e fui tirar a especialidade a Coimbra. Quando lá estava pedi autorização ao Mário Campos e ao Vítor Campos, dois jogadores que foram ex-líbris da Académica, isto em 1970, para ir lá treinar. E disseram-me que tudo bem. Fui treinar e veio o Juca, o treinador, e perguntou-me: Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

5 Comments

Filed under Relvado

Geraldo Alves

Na altura do Mourinho no Benfica, ele chamou-me a mim e ao Nuno Abreu para treinarmos com a equipa principal. O João Tomás estava muito bem, ia à Selecção e tudo, e foi na véspera do jogo contra o Sporting, o último do Mourinho. Nessa semana houve um treino em que começou a chover torrencialmente mas o Mourinho não estava nem aí, o treino era para continuar. E houve um lance com Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Alfredo

Esta história passou-se em Itália, em Florença. Na minha altura de jogador, há 30 anos, nós não tínhamos treinador de guarda-redes. Tínhamos treinador principal, treinador adjunto e preparador físico, não havia mais nada. Então nesse jogo com a Fiorentina, estou no balneário, estou equipado, pronto para ir fazer o aquecimento para o jogo, e de repente aparece o senhor major Valentim Loureiro. Entra Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

6 Comments

Filed under Relvado

António Livramento

Tenho uma história engraçada quando saí do Ginásio de Tavira. Aqui ainda era futebol amador e saí logo para o Benfica. Para mim tudo lá era novidade. Houve um estágio que fiz no Benfica em que fomos aos Açores e fiquei logo no quarto com um dos mais loucos e mais profissionais da equipa, o central Nuno Abreu. Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Silas

Fui para o AEL em Janeiro de 2011. Normalmente no Chipre entram cinco jogadores em Janeiro e têm de sair cinco. Como lá havia limite de estrangeiros e eles tinham, salvo erro, 17 estrangeiros, entrámos cinco e tinham de sair cinco. Um dos que saiu foi o Ndikumana, um jogador do Ruanda. Ainda estive com ele uma ou duas semanas. Alguns africanos ligam muito a bruxaria e coisas assim do género e o Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Leave a Comment

Filed under Relvado

Pitico

Na época de 1988/89, o Farense teve como treinador o José Augusto, depois o Malcolm Allison, o inglês que treinou o Sporting e o V. Setúbal. Por acaso tínhamos uma equipa muito boa. O gajo chega aqui e tirou todos os negões da equipa. Tirou todo o mundo, tudo no banco! Nos dois primeiros jogos ainda joguei, mas ele só me dizia “cross, cross”. Eu cruzava, mas queria ir para cima, fazer golos e Continue reading

Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

2 Comments

Filed under Relvado