Bruno Moraes

Vou até jogar contra mim. Vou contar uma história engraçada, mas na altura não gostei muito. No meu primeiro ano no FC Porto era novinho, acho que era o jogador mais novo do plantel sénior, então quando cheguei treinava a semana toda com a equipa principal e, quando não era convocado, jogava pela equipa B. É uma situação que quase todos os jogadores passam, principalmente no começo da carreira.
Numa dessas vezes, em Belém, era um jogo fora, lembro-me que era um jogo difícil, porra, eu estava muito ansioso, queria saber se ia jogar ou ficar de fora. Naquele dia estava mesmo muito ansioso e fui perguntar ao Mourinho quem é que ia ficar de fora.
– Queres saber quem fica de fora? És tu mesmo!
Aí fiquei… Porra, matei a minha curiosidade, mas, por outro lado, custou-me saber que ia ficar fora do jogo. Era um Belenenses- FC Porto, ainda em 2003. Agora é engraçado lembrar-me disto, mas na altura lembro-me que não foi nada legal saber em primeira mão quem ia ficar de fora.


Internacional nas camadas jovens do Brasil, trocou o Santos pelo FC Porto, mas as lesões não o deixaram confirmar o potencial que tinha. Na última época defendeu as cores do SC Espinho. Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Deixe um comentário