António Filipe

Quando estava no Paços de Ferreira, no ano em que fomos à Liga Europa e estivemos quase para descer, o Tony, que era o nosso lateral, fez um golo na própria baliza em Setúbal. E começámos a ouvir das bancadas: “To-ny, To-ny, To-ny”.
Na altura ficámos um bocado lixados, mas depois até nos rimos com aquilo porque parecia que estávamos num concerto do Tony Carreira!
E lembro-me que tivemos um jogo no Estádio da Luz em que houve outro lance caricato. A bola saiu para lançamento, juntos aos placares, e veio para dentro de campo. O Manuel José ia dar aquele toque tipo chapéu para o nosso colega pegar na bola e fazer o lançamento. No momento em que vai dar aquele toque, antes de dar na bola dá no chão e dá um trambolhão. O estádio todo a rir e a vibrar com aquilo…. Foi um bocado caricato.


O experiente guarda-redes do Chaves cumpriu a terceira temporada nos flavienses, depois de cinco épocas no Gondomar e seis no Paços de Ferreira. Facebooktwittergoogle_pluslinkedinmail

Um comentário sobre “António Filipe

Deixe um comentário